sábado, 22 de setembro de 2018

O QUE É SER ESPIRITUALISTA



"Todo espiritualista sabe e procura viver segundo a máxima de que existe uma realidade além da matéria. Chame-se tal realidade de plano espiritual, energia, luz ou outro nome, o que está em jogo para o espiritualista é o exercício permanente da consciência de que aquilo que se apresenta diante dele, no dia a dia do plano físico, nada mais é do que uma capa que oculta uma realidade mais sutil, não imediatamente acessível aos sentidos físicos do ser humano.

A consciência da transitoriedade do material e da continuidade do espiritual é a grande força do espiritualista, que permite a ele alcançar regiões de liberdade, beleza e esperança, mesmo em momentos de grande provação.





O espiritualista maduro atingiu esta consciência por experiências pessoais cabais e intransferiveis, e, defensor da liberdade de juízo de cada um, não sente necessidade de convencer ateus, materialistas, agnósticos e céticos da existência desta outra realidade.
Sabe que o momento de percepção de cada ser virá no seu devido tempo.

Preocupa-se mesmo é em continuar aprimorando o seu próprio espírito, pois uma vez revelada a ele esta outra realidade, percebe o quão pequeno é diante da vastidão do universo e da infinitude de experiências que, abertas à sua frente, convidam-no a evoluir sempre mais.

A capa material – nossos corpos e objetos do mundo físico – é, para o espiritualista, uma manifestação do mesmo princípio vital que anima os planos mais sutis.
Ela não é exatamente ilusória, no sentido de que não cabe renegar o seu peso e a sua necessidade para os aprendizados evolutivos pelos quais precisamos passar.
O que é ilusório, na verdade, é acreditar que a matéria se encerra em si mesma e permanecerá sempre igual; que nossa existência se resume ao que conhecemos hoje e que continuará a ser como é indefinidamente.






Claro que todos sabem, em tese, da impermanência das coisas materiais, mas também todos – materialistas e espiritualistas igualmente – com frequencia tomam atitudes e decisões prejudiciais à própria evolução, baseados na ilusão de que não há nada além da matéria e de que tudo sempre permanecerá como está.
Por ignorância ou auto enganação, não raro buscamos satisfações imediatistas que terão consequências físicas e espirituais negativas no médio ou longo prazo.

As fraquezas e vícios físicos, emocionais e mentais, auto 
destrutivos, são a grande chaga da humanidade. Sabendo disto, o espiritualista procura se conhecer para dominar, com progressiva maestria, a sua natureza inferior, aquela que, apesar das gratificações imediatas, fomentam o egoísmo, a separação e a destruição. 
Sabe, por consciência, que pode ser e fazer sempre melhor, e não toma esta certeza de forma leviana. Procura colocá-la em prática de verdade.

Seguindo o princípio da vigilância de si, busca conhecer suas próprias fraquezas, encará-las de frente e dominá-las, subjugando-as a uma natureza superior que também o habita: aquela que fomenta a união, o amor desinteressado e tudo que é engrandecedor e construtivo.

Tem consciência do tamanho dessa tarefa, nunca caindo no ridículo de achar que atingiu o ápice da própria evolução. Se entristece com as próprias quedas ou quando faz caírem consigo outros, mas não desiste de melhorar a si mesmo, procurando tirar lições dos erros cometidos, repará-los e seguir em frente, mais alerta e fortalecido.

Pode passar com mais leveza pelas provas e aproveitar melhor as bênçãos trazidas pela vida material, porque as vê como etapas necessárias de um plano maior e benevolente – embora não isento de reparações severas quando necessário – do qual conhece apenas uma pequena parte.





O espiritualista tem no olhar a capacidade de decantar a essência das coisas, reconhecendo aquilo que é eterno dentro daquilo que é transitório. Percebe que, do ponto de vista da matéria, mesmo a mais bela flor um dia fenecerá; enquanto que, do ponto de vista espiritual, a beleza dos objetos, seres e experiências emana de uma luz imperecível, que jamais pode ser apagada."


                                                    Samantha Sabel

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

AS EMOÇÕES E A SUA RALAÇÃO COM OS NOSSOS ORGÃOS.



O Fígado:
Ele é responsável por desmoronar e armazenar e reconstruir a matéria. Se a vida de uma pessoa desmorona, e não consegue realizar a tarefa de reconstrução, começa uma sensação de estar sobrecarregada, que pode criar ódio, raiva e ressentimento. Muitas pessoas de fato estão sobrecarregadas pelas circunstâncias de suas vidas, mas o limite de cada um varia muito e, claro, muitas pessoas têm diferentes neurose quando se sentem sobrecarregadas.
"Desmoronar é uma situação diretamente relacionada ao Baço
O Fígado é o grande processador das emoções, não somente da raiva." Medicina Holistica Integrativa

Os Pulmões:
Eles têm duas funções: inspirar a vida e expressar idéias através da fala. Se você tiver problemas com os pulmões, uma expressão está sendo sufocada, não consegue se expressar livremente, em alguma área de sua vida.
Quando uma palavra subjuga uma criança, a criança pode se tornar muito barulhenta e sempre empurra os outros para apenas ouvir, que é um dos órgãos do corpo e sua relação com a estimulação de emoções em os pulmões, ou desistir, porque somos oprimidos e fechar nossa comunicação, e depois temos os pulmões fracos.
Geralmente, se você tem problemas pulmonares, é porque precisa ser ouvida e aprender novas formas de comunicação. Ao se sentir oprimida lembre-se que assim que se aproxima de algumas pessoas poderá sentir-se oprimida em um segundo quando se aproxima delas e você se sente oprimida, é o que eu quero dizer. Essas pessoas sugam sua energia de tal forma tão completa que a outra se sente incapaz de drenar a sua, por isso toda a redução do estresse é uma grande ajuda.
A meditação reduz o stress e se elas aprendem a fazê-lo corretamente é muito útil, mas se o fizerem apenas um curto período de tempo vai não obter o efeito desejado.
Estômago:
É a assimilação das experiências de nossos ideais, e o que se sente e também o que acontece, não se consegue digerir as coisas corretamente, então, o estômago pode adoecer, como o resultado de preocupação ele cria uma fenda entre a mente e as emoções .
Lembre-se novamente que se sente também com o que acontece, e para muitas pessoas é a verdade, muitas questões ao mesmo tempo, tudo está acontecendo intensamente e todo o tempo, sendo eles mesmos que estão criando tudo isso, como são os padrões de comportamento, então você tem que olhar.
O Pâncreas:
Isso tem a ver com o açúcar e a doçura da vida, pode ser danificada por amargura, especialmente uma mãe muito amarga, existe muitas pessoas tendo este problema.
Rim:
Envolvem emoções e são os processadores do canal de água mais importante, porque é onde é armazenado os temores resultantes dos traumas, que possam prejudicar a vitalidade dos blocos individuais a sua motivação e entusiasmo. Quando o medo é armazenado nos rins, o indivíduo se tornará incapaz de lidar com situações emocionais no futuro.
O Baço:
Mantém fracassos, desejos de morte, apatia, e se uma pessoa enfrenta mais dificuldades do que ele pode suportar, pode desistir, pode-se acreditar que eles realmente falhou e perdeu a vontade de viver, e seu desejo de viver . Os problemas de circulação e digestão, a preguiça, porque os sentimentos estão morrendo, e você tem que intelectualizar tudo, e você sente esse tipo de apatia e interiormente suporta alimentando-o. É um problema do baço.
"Desmoronar é uma situação diretamente relacionada ao Baço. Obs de Medicina Holística Integrativa "
As gônadas:
Eles armazenam no inconsciente, quando uma pessoa deixa a sua capacidade de lidar consigo mesmo por meio de drogas, álcool, lesões, acidentes, quando você perde o seu próprio empoderamento, energias além do nosso controle podem envolver e nos possuir.
Algumas pessoas que deixaram a vida tomar o seu próprio rumo em qualquer área, já que a natureza não gosta de um vácuo e há buracos na aura, então geralmente têm coisas que lhes são inerentes.
Coração:
É sobre o amor, e sobre os danos ao coração devido a perda, quando você confia em alguém de uma pessoa em um, e que nos leva a temer mais perdas, bem como possessividade, ciúme, egoísmo , que é todo o dano que ja sofreu o coração que está quebrado.
Vesícula Biliar:
Ele é o precursor de ter problemas cardíacos e está danificado pelo medo da perda, e todas as tensões resultantes de uma falta de confiança na vida.
É a ansiedade sobre o futuro e aqui está a olhar para a questão da concepção, se os pais não são bons quando você foi concebido, se a alma passou por um momento de trauma e não eram bem-vindos para a nova encarnação, e é uma grande decepção a alma no caminho que os pais vão cuidar da criança, problemas entoam na vesícula biliar.
A mama:
Eles representam o aspecto feminino de nutrientes, bem como a sexualidade e armazena os sentimentos da mulher sobre sua sexualidade e como os homens a vê.
Portanto, se há um trauma sexual, a repressão, o ressentimento em relação às expectativas de seu papel, então pode acontecer a qualquer dano.
Pernas:
Eles nos levam para a frente, podemos dizer, os problemas surgem quando a pessoa não teve a coragem de dar um passo atrás. Muitas vezes é porque essas pessoas não tiveram o apoio que ele ou ela sentiu necessidade, e, em seguida, começar a ter problemas com as pernas.
Mãos:
Correspondem ao dar e receber, e o problema se desenvolve quando uma pessoa não se sente igual aos outros, e não pode encontrar o justo equilíbrio entre dar e receber. Isso tem a ver com se você usar sua força de vontade ou cessionários.
Este desequilíbrio é causado por um ego superdesenvolvido ou a falta de auto-estima.
O Pescoço:
É a parte flexível da coluna, é o equilíbrio da sua vontade com flexibilidade. A gola é uma tensão, rígida no pescoço que sente muito duro, quando mantém alguns conceitos rígidos e estes são desafiados.
Cabelo:
É governado pelo fígado para que a perda de cabelo é causada pelo apego rigidamente a raiva ou a raiva. Quando alguém impõe sua vontade aos outros, só para provar seu ponto de vista, um é trazer à tona ressentimentos do passado, ou recordar. E cabeça-dura. Eles podem ter problemas com cabelo.
Quadris:
São os pontos de equilíbrio são a energia criativa associada à criação dos filhos.
É a nossa capacidade de levantar-se e fica por nossa conta, a flexibilidade nos quadris, está relacionada com o seu sentido de liberdade pessoal, e aqui olhamos para adolescentes, que produzem faixas de seu primeiro sentimento de separação dos pais , as expectativas, seus endereços, temos uma entidade sexual.
Se alguém se rende ao controle dos pais, como adolescentes, em vez de encontrar a nossa própria direção, em seguida, os quadris não se desenvolvem adequadamente. Assim, a deterioração dos quadris realmente decorre de uma culpa sexual, de modo que se sente culpa e ressentimento, porque nós permitimos que outros tomem decisões por conta própria, e temos manifestado a nossa força, temos também a deterioração dos quadris.
A Tiróide:
Este é o lugar onde armazenamos a raiva, o desejo de poder, atitudes rígidas quando a tireóide não funciona bem. Existe uma calcificação anormal nos ossos, e pode também desenvolver artrite e de um corpo rígido em uma mente rígida.
Timo:
O medo rege o nosso sistema imunológico o medo faz uma pessoa voltar se encolher e pode perder a integridade numa situação, e quando isso acontece, o corpo permite a entrada de vírus.
Quando você tem um vírus, você tem que olhar onde o medo entrou em sua vida, você tem que voltar a atenção a essa situação e imaginar diferente e alterá-la para ajudar a combater o vírus.
Glândulas supra-renais:
A Dor armazenada nos leva a sentimentos de ser vítimas e complexos, é lutar ou escapar? Sempre acredite que há algo lá fora, que vai capacitá-los,ajudá-los e está a persegui-los.
Quando eles não estão dispostos a suportar amorosamente a dolorosa experiência emocional, a pessoa reage como se o mundo fosse responsável por sua experiência dolorosa, e esquece que cada pessoa é responsável pela sua própria criação, da sua própria vida.
Hipófise:
As tristezas reprimidas, porque a experiência de tristeza ou dor pode ser uma porta ou portão para uma consciência mais elevada, após os julgamentos das glândulas menores são transmutadas.
Carinhosamente suportar a dor, apenas nos permite experienciar a dualidade e a reconciliação, e esta versão apenas faz parte do processo de ajuda da glândula pituitária.
A dualidade é certo e errado, bom e mau, positivo ou negativo, em todos os níveis.
A glândula pineal:
Você precisa de luz natural do dia, você precisa de entusiasmo e não é emoção suficiente em sua vida, a glândula pineal não está funcionando corretamente, então eles tem que sair na natureza, porque a natureza a fim de encontrar alguma luz natural, e que realmente vai ajudar.
Coluna:
A coluna vertebral é a sua vontade, a força de vontade, é como quando não se mantem o próprio ponto de vista diante da pressão que vem de fora, pode ter distorção escoliose, da coluna vertebral, a curva porque dobra sua força de vontade.
Quando se usa a coluna para fazer um trabalho espiritual, a nossa força de vontade está alinhada com a vontade divina, e que alguns chamam de co-criação, mas realmente é a espinha dorsal que se abre para a Kundalini, que é apenas a fêmea é na coluna e quando percebemos isso, ela está realizando.
Órgãos sexuais:
Eles estão jogando, isso, claro, é a sua capacidade de se expressar sexualmente. Pode haver uma incapacidade de receber a fêmea, se os pais queriam um filho do sexo oposto, pode estar enfrentando uma moralidade própria e está realizando uma auto-punição.
As costas:
É o que você deixa para trás, o que você quer esquecer o que está no fundo da nossa mente, a parte inferior das costas é suportado e a dor nesta parte é quando uma pessoa sofre por não ter o apoio que ele ou ela acredita que precisa para conseguir algo.
Bexiga:
A água é a livre expressão, exteriormente expressar a emoção. Se a bexiga é fraca, uma pessoa sente dificuldade em expressar sentimentos.
O Intestino Delgado:
É a fase final da digestão é o início da absorção, fornece a base para a construção e crescimento, constrói a sua personalidade, seu caráter, força de vontade, confiança, mas o mais importante de tudo é que ela reflete o estado mais importante de nossas vidas.
Então, realmente não podemos funcionar quando sofreu um grande embaraço. Esse constrangimento sofrido na infância. Eles estão muito conscientes, muito perto das pessoas, elas pensam que não estão concordando ou pensar sobre ele, mas lembre-se da escola, primeira menstruação, as crianças com quem brincavam, um membro da família que fez com que se sintam envergonhados.
O Intestino Grosso:
Tem a ver com a matéria sólida e isso bos mostra se somos capazes de lidar bem com todas as questões materiais.
O intestino grosso é sobre deixar ir e liberar totalmente todas as coisas que não nos servem, e a incapacidade de deixar ir pode ser o resultado de um medo da perda. O que você irá perder se você deixar ir? É preciso olhar para trás para o momento da concepção, o que formou a atitude da personalidade dessa pessoa.

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

A ÚLTIMA CEIA DE LEONARDO DA VINCI



Leonardo da Vinci nasceu em 15 de Abril de 1452 sob a égide do signo de áries. Ele foi Pintor, Arquiteto, Engenheiro, Cientista, Escultor do Renascimento Italiano e também foi um grande Iniciado nas Ciências Ocultas. As suas obras mais conhecidas são o quadro A Última Ceia, que foi pintado diretamente no refeitório da Igreja Santa Maria Del Grazie, em Milão, e o retrato de Lisade Giocondo, a La Gioconda ou a Mona Lisa em que foram gastos 3 anos para a sua conclusão.
Através das Ciências Ocultas, Da Vinci tem acesso a Alquimia e a Astrologia. A Alquimia é uma das sete ciências divinas e como tal foi revelada a humanidade, segundo a tradição por iniciativa de Hermes, o Trimegisto (o três vezes grande) Al-quimia a Química de Deus. Astro-logia a lógica dos astros, outro conhecimento sagrado. Porem por volta do século 13 o Papa Inocêncio III decreta uma bula, separando a ciência entre sagrada e profana. A partir daí os Astrólogos e os Alquimistas passaram a ser perseguidos. Surge a Ultima Ceia onde os 12 Apóstolos correspondem a cada um dos doze signos do zodíaco. Leonardo da Vinci coloca os Apóstolos de acordo com a posição astrológica, da direita para a esquerda de quem vê o quadro.

Na cabeceira da mesa está Simão que corresponde ao signo de áries. Signo do elemento fogo, ligado a ação. Simão indica com as mãos a direção a tomar, notamos com este gesto a prontidão ariana. Áries rege a cabeça na anatomia astrológica, e a testa de Simão é bem realçada na pintura.
Ao seu lado Judas Tadeu, o taurino. Seu semblante é sereno enquanto observa Simão, vai digerindo lentamente suas impressões, acolhendo-as com uma das mãos, revelando a facilidade de se apoderar relacionada ao signo de touro, que é do elemento terra. No corpo humano o signo de Touro rege a garganta e o pescoço, e o de Judas Tadeu está bem destacado.
Em seguida vem Mateus que corresponde ao signo de gêmeos, signo da comunicação, da interação entre as pessoas. Mateus tem as mãos dispostas para um lado e o rosto para o outro, revelando a dinâmica geminiana, de querer falar e ouvir a todos ao mesmo tempo. Mateus era repórter e historiador da vida de Jesus.
Logo após temos Filipe o canceriano. Suas mãos em direção ao peito mostram a tendência canceriana de acolher, proteger e cuidar. Filipe está inclinado, como se estivesse se oferecendo para alguma tarefa.
Ao seu lado está Tiago Menor o leonino, de braços abertos, revelando nesse gesto largo o poder de irradiar amor. O signo de leão rege o coração, e com esse gesto ele centraliza as atenções para ele.
Atrás dele, quase que escondido está Tomé, o virginiano, que apesar de modesto, não deixa de expressar o seu lado critico e inquisitivo de virgem, com o dedo em riste ele contesta. Na história bíblica foi ele quem quis “o ver para crer”.
O signo de libra é simbolizado por João, o discípulo amado de Jesus. Com as mãos entrelaçadas, ele pondera e considera todas as opiniões antes de tomar posições, Libra rege a casa 7 do mapa, que é o setor do outro e isso requer imparcialidade e diplomacia.
Ao seu lado está Judas Iscariotes representando o signo de escorpião. Com uma das mãos ele segura um saco de dinheiro, pois era o organizador das finanças da comunidade dos apóstolos, o signo de escorpião rege a casa 8 que nos revela como lidamos com os valores do outro. Com a outra mão ele bate na mesa, protestando, representando o lado contestador indicando que não deve haver meio termo, como signo fixo ele quer definição dos propósitos.
Sagitário é representado por Pedro, o Pescador de Almas. Foi ele quem fez o dogma e instituiu a lei da igreja. Seu dedo aponta para Jesus, a meta de sagitário é espiritual, e na outra mão ele segura uma faca, representando o lado instintivo nos homens. Ele se eleva entre outros dois Apóstolos trazendo esclarecimentos (luz) a discussão.
Ao seu lado André que representa capricórnio. Conhecedor das responsabilidades, com seu gesto restritivo impõe limites. Seu rosto magro e ossos salientes revelam o biótipo capricorniano. Seus cabelos e barbas brancas e seu semblante sério mostram a relação de capricórnio com o tempo e a sabedoria.
Os temores de André são apaziguados por Tiago Maior, aquariano, que debruça uma de suas mãos sobre seus ombros, num gesto amigável, enquanto a outra se estende aos demais. Ele visualiza o conjunto, percebendo o trabalho em grupo liderado pelo Mestre.
O ultimo a mesa é Bartolomeu que representa peixes. Seus pés estão em destaque, que são regidos por peixes na anatomia astrológica. Ele parece absorvido pelo que aconteceu a mesa, e com as mãos apoiadas, quase debruçado, revela devoção, envolvido pelo clima desse ultimo encontro.
Nesta obra prima está reunida toda a simbologia astrológica contida nos ensinamentos do Cristianismo Esotérico. Grande inventor de sua época, Leonardo da Vinci era um homem à frente de seu tempo. Seu interesse e criatividade em vários campos de estudo deram origem a invenções como: salva-vidas, pára-quedas, bicicleta, entre outras.
Da Vinci morreu em Cloux na França em 02 de Maio de 1519. E de acordo com o seu desejo, sessenta mendigos seguiram seu caixão. Leonardo da Vinci foi enterrado na Capela de São Hubert no Castelo de Amboise.
Texto e pesquisa: Solange Bassi - Astrologia do bem viver.

sábado, 15 de setembro de 2018

VOCÊ JÁ ERA UM SER DE LUZ ANTES




Você já era um ser de luz antes ! Nascido da consciência infinita antes do Universo ser formado com galáxias e estrelas ! Você pode imaginar o que era não ter fronteiras, sem limitações e sem dor ?
É verdade ! Nosso estado natural era antes uma consciência infinita de possibilidades ilimitadas, a vida era literalmente como um sonho, em um mundo de sonho que você podia fazer qualquer coisa que sua mente imaginasse, o que quer que você pensasse se manifestaria instantaneamente, não havia nenhum tempo, nenhuma rigidez e nenhuma resistência a qualquer desejo, só a completa e ilimitada liberdade.
O que aconteceu ? Se isto é verdade como é que nós perdemos isso ? A resposta é muito simples, carma, eles começaram a se acumular no mundo em torno de nós e toda a vida mudou como resultado.
Então, agora a nossa ideia sobre o carma tem que ser reexaminada, o carma não é um evento, é um pacote de memória, nos ensinamentos originais de Buda e nos Yoga Sutras, o carma é descrito como uma partícula sólida ou cápsula de memória, partículas de memória carmicas ficam com a luz da sua alma e se acumulam.
Quanto mais carma aderir em sua alma mais pesado você se sentirá até formar uma concha sobre a luz da sua alma, esta concha não só bloqueia a sua luz que irradia para o mundo, mas também age como quadros de um filme, a luz que passa através da estrutura do filme produz uma imagem/ilusão em sua mente.
Toda a vida é gasta assistindo a este filme/matrix com sua luz estimulando memórias e comportamentos em sua consciência, esta vida não é o verdadeiro você !
Temos vivido em muitos filmes, na verdade temos vivido nesta condição como ator em tantos filmes que nos esquecemos do que é ser apenas a luz !
Após milhões de anos de evolução passando de um tipo de existência para outro nós finalmente chegamos a um ponto onde queremos descobrir quem e o que realmente somos, todos vocês que estão lendo este artigo tem um sentimento em algum lugar lá no fundo de que você está aqui por alguma razão, há algo dentro tentando dizer-lhe que a sua vida é mais do que como você está vivendo ela agora.
O avanço está chegando, seja através de uma visão ou através de tentativa e tribulação, sua alma está pronta para sair dessa casca de memória como um pintinho saindo de um ovo, solte o seu apego em ser esse ator neste filme ! Se você não estivesse aqui neste filme com essa vida, quem você seria ?
Esta é a pergunta que está diante de cada ser humano. vocês são almas especiais que deram passos suficientes e questionaram o suficiente para finalmente estarem pertos da libertação, há apenas um pouco mais para ir, está muito perto, o fato de que você está lendo e compreendendo isto lhe diz o quão perto você realmente está.
Meditação, canalização e cura são as três ferramentas mais importantes para rachar a concha de memória, lembre-se a concha de memória aderiu a sua alma por tanto tempo que você só vê o seu Eu do lado de fora, você está apenas começando a olhar através da ilusão da sua vida para descobrir a verdade.
Solte, solte, solte, permita que a sua consciência flutue livremente durante a meditação, permita que o seu coração se abra e flua, olhe além de seus pensamentos diários mundanos para o desconhecido.
Profundamente dentro de você em algum lugar no infinito silêncio está a resposta e a luz que você está procurando.
Você pode encontrá-la, acredite, se você confiar o suficiente para sentir o amor, o seu coração se abrirá e a luz de sua verdadeira natureza vai surgir depois que ele se abrir não haverá nada que possa bloqueá-lo, nunca mais ! 
Ame a si mesmo e aproveite cada dia, olhe para o seu interior em busca de respostas.

por A Luz é Invencível